jul 25, 2012
staff

Treino: 4 ilhas do litoral paulista

Fazia tempo que eu queria “desenhar” o percurso assinalado no mapa acima: 4 ilhas. E o treino de 35km seria perfeito para meu próximo objetivo.

Já remei cada uma destas ilhas individualmente e aqui no site há mais detalhes sobre suas belezas e atividades. Já percorri suas matas, tirei fotos e interagi de diversas maneiras, mas nunca havia feito esta travessia passando por trás do Montão.  Já fiz treinos de 30km na região (e o trajeto de 40km até Alcatrazes) e tenho uma boa consciência corporal o que me deixou confortável para partir pra mais um desafio. Chequei as previsões de ondulação e ventos e tinha apenas a ideia de fazer este triângulo desenhado pelo GPS passando pelas 4 ilhas que ficam praticamente no meu jardim. No sábado, 21 de julho, surfei 3 horas em Maresias, ondas de até 1m com swell perdendo força…e já tinha na cabeça que se condição  favorável se confirmasse no dia seguinte eu faria esta remada. O contraponto era o cansaço dos treinos da semana que comprometeria a minha performance, pois na teoria, aquele domingo não deveria ser um dia de travessia. Já havia remado 13km na quinta fazendo pirâmide de força e 20 km na sexta, sendo que destes 20km, 10km foram com peso no arrasto. Ou seja coloco uma garrafa pet de 2l com água e saio na remada. Costumo brincar com meu treinador, o Rafael, da academia Radical Life de Santos que este treino do arrasto é o verdadeiro “treino de corno” – pois realmente é puxado e lento, vcoê quase não sai do lugar…mas que funciona pra caramba! Me desculpem o palavreado chulo mas se você soubesse o que é remar 10km com peso..entenderia a minha colocação. Mas base que este tipo de treino dá é impressionante e eu confio plenamente no meu treinador!

Meus treinos com o Rafael merecem um capítulo a parte, pois esta parceria está realmente fazendo a diferença na minha performance, e eu sou muito grata a ele!

Mas voltando a remada, no sábado a noite já havia checado que as condições seriam boas e mesmo sentindo um pouco do cansaço do treino da semana não resisti em fazer um dos meus percursos favoritos. E no domingo as 7:00 já estava saindo paramentada com suplementos, muita água e outros acessórios pertinentes para esta atividade.

O mar estava relativamente liso e peguei um pouco de vento contra e mar mais batido apenas na saída de trás do Montão…ali a remada teve que ser firme para sentir cortar a ondulação.

Foram quase 6 horas de remada ineterrupta, com exceção da parada para o foto do pinguim – que infelizmente estava morto. Estes pinguins saem da Patagônia do Chile e acabam se perdendo das correntes marítimas e chegam no nosso litoral exautos ou mortos. O caso é que neste ano o número de animais aumentou consideravelmente e que leva a crer que pode existir algum desequilíbrio nos oceanos que cercam esta costa.

O fato é que sempre remei neste litoral e nunca havia encotrado pinguim neste pedaço. Isto foi triste pois os animais estavam mortos, mas para compensar fizeram parte da minha jornada, arraia, peixes voadores, tartarugas e muitas águas vivas…que como o próprio nome diz…estavam bem vivinhos! Ainda bem!

Mais um treino, mais um trajeto SUPtravessias completo!

APROVEITE E CONHEÇA UM POUCO MAIS SOBRE AS ILHAS DA REGIÃO:

Deixe um comentário

espn - programa planeta expn

Planeta EXPN - 2011

woohoo - programa na cola

woohoo - programa na cola

revista náutica

Em breve




SUP com golfinhos






UOL

Mormaii Saúde

Board House

Surf Travel

Rádio Eldorado

Radical Life

Rios Montanhas